top of page

POEMS

UMA ESTRELA QUALQUER

By Mauro C. Souza © 2011

A vida se vai

Resta o passado

Nevoeiro nas esquinas

Da memória

Sem glória

Sem luta

Impoluta

O andar é vazio

Dias vêm dias vão

Noites frias

Sombrias

Na escuridão

Uma voz no canto

Do quarto

Faz companhia

Ao pranto

Da solidão

A alma cansa

Da dança dos grãos de areia

Escapando entre os dedos

Restando os últimos momentos

Anseio pelo impossível

Agonia por se tornar um dia

Uma estrela

Como outra qualquer

IMG_0528 copy.JPG

Photo by Haeyon Chang

Never miss a big story again. Sign up for my newsletter and get an e-mail every week with the stories you want to read.

Will be used in accordance with our Privacy Policy.

bottom of page